Canoagem

A canoagem paralímpica surgiu em 2009, por iniciativa da Federação Internacional da modalidade olímpica. O primeiro mundial do esporte foi disputado em 2010, em Poznan, na Polônia, e contou com a participação de atletas de 31 países. Desde então, a competição é disputada anualmente. A ICF (Federação Internacional de Canoagem) é a entidade responsável pelo esporte. No Brasil, a modalidade é coordenada pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa).

Podem competir no esporte atletas com deficiência físico-motora dos dois sexos. Nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, que marcou a estreia da modalidade, foram disputadas apenas as provas de caiaque velocidade 200m. Porém, em campeonatos brasileiros, existem também as provas de 200m da canoa Va’a e de velocidade 500m de caiaque e de Va’a.

Deficiências
Físico-motora

Provas
Velocidade 200m e 500m em linha reta e em águas calma

Gênero
Feminino e masculino

Classes na
Canoagem
Na classificação funcional, os competidores são divididos em grupos de acordo com o grau de movimentação dos membros inferiores, superiores e do tronco. As classes KL são para atletas que competem utilizando o caiaque, enquanto VL é a classe destinada aos que usam a embarcação Va’a

Link do Comitê Paralímpico Brasileiro: http://cpb.org.br/modalidades/59/canoagem